Por que o capital humano é o bem mais precioso da empresa?

6 minutos para ler

Você sabe o que é capital humano? Uma empresa que se preocupa com a retenção dos talentos e a inovação deve ser capaz de fazer uma gestão eficiente para que os profissionais tenham as melhores experiências e conhecimentos na execução de atividades.

Neste texto, você entenderá o que é capital humano, bem como a importância para a instituição. Especialmente no caso daquelas que se preocupam em reter o tipo de profissional que será o líder do futuro. Quer saber mais sobre tudo isso? Descubra como conseguir os melhores resultados. Boa leitura!

O que é capital humano?

É comum que, ao pensar em capital humano, as pessoas pensem em aspectos econômicos. Entretanto, o termo remete ao potencial que a empresa tem disponível no que se refere às pessoas, como:

  • os conhecimentos;
  • as experiências;
  • as habilidades.

Todas essas características dos colaboradores podem ser usadas para impulsionar os resultados e trazer mais ganho financeiro, além de reduzir gastos com turnover e garantir mais eficiência nos processos.

Ainda que muitas pessoas resumam isso aos membros que fazem parte da instituição, ele deve ser compreendido de maneira mais ampla, agregando:

  • as estratégias empresariais;
  • os diferenciais criativos;
  • as inovações e os conhecimentos.

É comum que o termo seja confundido com o capital intelectual, que consiste na soma do capital interno (conceitos, processos, modelos e sistemas), capital externo (conjunto de relações com clientes, marcas, fornecedores, bem como a reputação institucional) e o capital humano. Ou seja, ele faz parte do Intelectual de uma empresa.

Qual é a importância da gestão do capital humano dentro das organizações?

A área de Recursos Humanos passou a ser estratégica para as principais empresas, já que ela é responsável por identificar, adquirir, motivar e manter os melhores talentos disponíveis.

Além disso, também é ela que proporciona as melhores oportunidades para que os colaboradores tenham o aprendizado que possa contribuir para o desenvolvimento das habilidades e capacidades necessárias.

A gestão começa quando as necessidades dos profissionais são entendidas corretamente. Antes, era comum que as pessoas desejassem ter um único emprego para toda a vida e sustentassem isso como um troféu.

Entretanto, as pessoas atualmente querem ter mais experiências e desenvolver habilidades diversas. Com isso, a empresa atual é apenas uma possibilidade, não a única.

Da mesma forma, as organizações também mudaram as exigências para os colaboradores. Não basta apenas realizar as tarefas no tempo determinado. É essencial ter espírito crítico, propor novas formas de agir e ser ousado.

Veja agora, na prática, como é importante a gestão do capital humano dentro das organizações!

Retenção de talentos

Quando os talentos e as experiências dos colaboradores são valorizados, eles tendem a ter menos motivos para buscar novas oportunidades de mercado. Com a proposta de novas experiências que possam agregar ao conhecimento e às habilidades deles, ficará claro que a empresa se importa com os colaboradores e busca o melhor para eles.

Promoção da cultura organizacional

A cultura organizacional é uma ferramenta importante para que a empresa venda os próprios valores para clientes e a sociedade como um todo. Nesse caso, os colaboradores, começando pelos líderes, devem defender os mesmos ideais.

Isso só é possível com uma gestão de capital humano clara para que os melhores talentos sejam escolhidos e capacitados para representar a equipe.

Aumento no engajamento

Quando o colaborador se sente valorizado, a tendência é que os profissionais se tornem cada vez mais engajados com as necessidades empresariais, uma vez que estão identificados com os pontos defendidos pela instituição.

Dessa forma, são grandes as chances de que a produtividade do negócio cresça. Principalmente quando a importância do feedback é bem compreendida na empresa e praticada corretamente.

Clima organizacional saudável

Trabalhar em um ambiente estressante, com convívio ruim entre os colegas, e um sentimento constante de pressão e receio pode ser extremamente contraproducente. Afinal, a maior parte das pessoas passa uma grande parte do dia no trabalho.

Uma boa gestão do capital humano tem como resultado um clima organizacional saudável e um ambiente favorável à criatividade e inovação. Ou seja, todo mundo sai ganhando.

Como o capital humano influencia os resultados da empresa?

Não é complicado compreender como o capital humano impacta os resultados de uma organização. Afinal, por mais tecnológica que ela possa ser, as pessoas são o ativo mais importante, já que são elas que fazem com que todos os processos funcionem adequadamente. Portanto, não seria um equívoco afirmar que uma empresa não existe sem pessoas.

Por isso, o desempenho dos colaboradores vai impactar diretamente os resultados da organização. Uma equipe engajada e motivada se adapta com facilidade, apresenta soluções inovadoras e se mantém firme em momentos de crise.

Além disso, com um turnover menor, é possível investir mais em qualificação e garantir colaboradores muito mais experientes, dedicados, interessados e satisfeitos. Todo mundo gosta de sentir que seu esforço foi valorizado.

Como desenvolver o capital humano na empresa?

Alinhar as expectativas da empresa com as dos colaboradores é um desafio constante. Garantir uma equipe bem-qualificada e motivada, capaz de proporcionar bons resultados é um desafio para a maioria das organizações.

É por isso que o estudo e desenvolvimento do capital humano está relacionado ao conjunto de habilidades adquiridas ao longo da experiência profissional do colaborador. A partir daí a empresa tem a possibilidade de aprimorar e fortalecer a própria equipe. Veja a seguir alguns pontos que podem ser aplicados nesse processo.

Crie um plano de carreira

O colaborador atual tem metas e quer saber até onde pode chegar dentro da empresa e o que precisa fazer para conquistar objetivos. Por isso, o plano de carreira é uma ferramenta valiosa.

Ele vai ter bem claro o percurso que precisa seguir para se desenvolver na organização. Isso contribui para que ele se mantenha motivado e gere bons resultados.

Garanta autonomia para a equipe

A base de um relacionamento é a confiança. E isso também se aplica ao ambiente de trabalho. Se você investe na sua equipe, precisa confiar que ela é capaz de tomar algumas decisões e agir com autonomia.

Aposte em sistemas de recompensa

Receber um bônus pode ser um grande incentivo para o colaborador, já que é uma forma da empresa demonstrar reconhecimento por um trabalho benfeito. Por isso, criar um sistema com metas e recompensas aumenta o engajamento e potencializa resultados.

Agora que você sabe como o capital humano é importante para a instituição, está na hora de começar a se aprofundar mais no assunto. Portanto, seja você um líder na empresa, ou alguém buscando se inserir no mercado de trabalho, invista em capacitação constante e potencialize seus resultados.

Gostou das dicas que trouxemos neste post? Então, compartilhe o conteúdo nas suas redes sociais e mostre que você é uma pessoa atualizada e engajada!

Compartilhe!

Posts relacionados